15/02/2009

Empresas ainda não levam redes sociais à sério

Esses dias fiquei surpresa quando uma pessoa do marketing de uma empresa disse," jamais investimos em publicidadade online, porque pagar para colocar banner em site é pura besteira, quem dirá em uma Rede Social".

Mais tarde, ouvi de outra, pra que criar rede social? Pra colocar o que de conteúdo?

De fato as pessoas não entendem que em um grupo, comunidade, blog, rede têm grande poder para reunir pessoas que tenham alguma afinidade e, se são fans do seu produto ou serviço, podem ajudar a divulgá-lo ou a melhorá-lo ainda mais, opinando, compartilhando experiencias.

É triste este diagnóstico. Cargos altos das empresas estão tomados por pessoas quadradas, que fazem pouco caso de quem frequenta as redes. Eles não conseguem perceber que o mesmo público que assisti um comercial de TV por exemplo, pode fazer parte de uma comunidade específica.

Estes ignorantes não sabem que existem Rede Sociais de todos os tipos e para diferentes assuntos ( Orkut, Myspace, Linked In, Via 6 e por aí vai). Mesmo nas que mais consideram inúteis existem pessoas que se reunem em grupos ou comunidades para trocar informações relevantes e nem sempre rede é sinônimo de perda de tempo. As vezes a propria empresa que não dá a mínima, mal sabe que já existem comunidades com a sua marca e aí perde a oportunidade de monitorá-las e acompanhar as discussões ali manifestadas.

Algumas empresas, as exceções, estão começando a enxergar isso de outra maneira e essas já estão anos luz à frente das demais.

3 comentários:

Milena disse...

Mesmo que só falassemos besteiras nas redes sociais, ignorá-las é ridiculo. Afinal, jovens entram nessas redes quase que diariamente e seriam impactadas pelo anuncio. Talvez muito mais do que pelo anuncio caro colocado no intervalo comercial da TV.
É ridiculo, mas só 2% do orçamento publicitário é destinado a internet.

Fernanda disse...

Empresas assim ficarão obsoletas logo logo, e depois, correr atrás da novidade, não será eficaz!

Bjos Trika!

Fernanda

Mauro Segura disse...

A não implementação de redes sociais nas empresas é uma questão de cultura corporativa. As empresas, de maneira geral, querem ter controle do que circula internamente, ou seja, buscam manter uma comunicação corporativa pasteurizada e excessivamente controlada. A entrada de blogs e outras mídias sociais trazem um componente de falta de controle na ocmunicação que as empresas simplesmente odeiam. Enfim, as mídias sociais só entrarão nas empresas quando esses mitos e barreiras culturais foram vencidos. Mauro.