24/10/2008

Muita atenção antes de matar no mundo virtual

Hoje em dia tem gente “doente” pra tudo. Algumas pessoas se superam e vão longe, como no caso de uma indivídua de 43 anos, que assassinou o seu marido virtual.

É estranho, né? Eu também achei e precisei ler a notícia algumas vezes para entender o que de fato havia acontecido.

De início pensei, a mulher tinha uma relação virtual, o cara não a quis mais e ela conseguiu descobrir seu endereço. Foi até ele e assassinou no mundo real – o que já não é normal, rsrsrs

Mas não foi bem isso, pra felicidade dele,rsrs que ainda está vivo pra poder contar a história e reclamar pelos seus direitos. A dita cuja, que era “casada” no Maple Story, estilo o Second Life, em que as pessoas usam avatares para interagir com outras pessoas, resolveu exterminar seu cônjuge, após revolta em relação ao divórcio repentino.

A meliante deu um jeito de descobrir o login e senha do ex marido e deletou o avatar dele, hahahha ( Não tem como não rir de uma coisa dessas.)

Ela foi presa e se for condenada pode pegar até 5 anos de prisão ou uma multa de 5.000 dólares.

Imagine ela chegando na cadeia, as novas amigas lá, uma furtou, roubou, a outra matou e vão perguntar, qual foi o seu crime? E ela: matei meu marido no mundo virtual!

O ocorrido foi em Japão. Aqui jamais aconteceria algo do tipo.

2 comentários:

Frank Saiu disse...

Hahaha...Não dá para acreditar!
Parabéns pelo blog!

Abraço.

Renata/ Trika Lopes disse...

Obrigada FRank, seja bem-vindo!